Cidade que abriga algumas das maiores empresas frigoríficas do país, Concórdia conta agora com um novo trecho totalmente restaurado da BR-153/SC que vai contribuir com a logística do transporte de cargas, a partir da região Sul, para o restante do Brasil. O Governo Federal, através do Ministério da Infraestrutura, chegou nesta sexta-feira (26) a marca de 23 quilômetros de novas pistas na rodovia catarinense, com a revitalização do segmento localizado entre os km 90 e km 95 – em junho, 18 quilômetros já haviam sido entregues no município de Água Doce.

Com investimento de aproximadamente R$ 10 milhões, os serviços de recuperação realizados pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) consistiram na aplicação de uma nova camada asfáltica, além da sinalização horizontal e vertical.

Eleita como a cidade com o melhor índice de desenvolvimento de Santa Catarina, Concórdia foi fundada por colonizadores provenientes do Rio Grande do Sul, principalmente descendentes de italianos e alemães e é a segunda maior cidade do oeste catarinense, depois de Chapecó. A economia da cidade se concentra na agroindústria e na agropecuária, principalmente com a criação de suínos e aves. O nome Sadia, por exemplo, se deve ao acrônimo de Sociedade Anônima Concórdia. Embora esteja localizada na região do Contestado, área disputada pelos estados de Santa Catarina e Paraná no século 20, o nome não se deve a nenhum acordo de paz daquela época e surgiu somente como substituição à vila de Queimados, em razão do riacho que corta o município.

A BR-153 é uma importante via de ligação, com predomínio de trânsito de transporte de carga. Em Santa Catarina, a rodovia atravessa os municípios de Concórdia, Irani, Vargem Bonita, Ponte Serrada e Água Doce. O Governo Federal prossegue com a revitalização da rodovia em Santa Catarina, assegurando maior conforto e segurança aos usuários.

 FONTE/CRÉDITOS: Ministério da Infraestrutura